Assuntos de Goiás TV

segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

Abandonada pelo Governo de Goiás, Praça de Esportes do SPL vai comemorar 50 anos em 2014

Na Praça de Esportes do Setor Pedro Ludovico, que completa 50 anos em 2014, foi realizada a partida tradicional no bairro entre Turma de Baixo x Turma de Cima, o jogo em si era o que menos importava para os peladeiros de final de semana, ex-profissionais e até profissionais da ativa, pois no logradouro publico todos estavam ali para se confraternizar, relembrar o passado glorioso do esporte no Setor Pedro, e claro, aproveitar para fazer um apelo aos nossos governantes que não deveriam tratar com tanto descaso um patrimônio tão importante e que ajudou a educar tanta gente.
Com a disciplina adquirida na Praça de Esportes do setor Pedro Ludovico, através de ensinamentos de Professores como Nilson, Manoel Leal, Rômulo, José Belo, Cleide, Paulo, Brasil e tantos outros que não caberiam apenas neste texto, várias pessoas conseguiram se formar cidadão com conteúdo, essência e se transformar em pessoas dignar e respeitadas em vários segmentos da sociedade. Através da doutrina do esporte, onde você aprende a ganhar, perder, competir e ter respeito com os adversários, o setor Pedro Ludovico foi formador de inúmeros talentos em várias áreas, alguns talentos estiveram prestigiando o evento, é como se de alguma forma voltassem ao local onde passaram parte de sua infância e pegaram o impulso para ganhar o mundo.
O Vereador Paulo Magalhães comandou a festa e recepcionou o ex-vereador de Goiânia, Santana Gomes, o Presidente do PTC, Jurandir Cipriano, o Prefeito de Senador Canedo, Misael Oliveira e inúmeros líderes comunitários como Gilson Caroço, os irmãos João, José e Toim Calixto, Joaquim da Saneago e Tico Félix da Chimacol. A Praça de Esportes do setor Pedro Ludovico foi o palco que revelou esses talentos para a sociedade, direta e indiretamente teve sua parcela de colaboração no sucesso daqueles que se dispuseram ser disciplinados e aplicados para aprender e alcançar o exito percebido nos dias de hoje.
Enaltecer os feitos do passado, mas cobrar providências e a devida atenção dos nossos governantes que tratam a Praça de Esportes com total descaso. O Governo de Goiás promete sempre uma reforma para o local, mas sempre as vésperas de eleições fazem uma maquiagem que consome centenas de milhares de reais e não ajudam na preservação deste que é o maior patrimônio da região sul de Goiânia.
Cinquenta anos de história que não são desprezados pelos moradores e por quem teve a Praça de esportes como cenário de sua formação de vida, foi aqui que muitos deram o primeiro chute, o primeiro beijo, foi aqui que muitos descobriram o fascínio do basquetebol ou do voleibol como esporte, deram as primeiras braçadas e aprenderam a ser éticos nas disputas, respeitando e sendo leal com seus oponentes.  
Políticos, Advogados, Jornalistas, Administradores, Pedreiros, Filósofos, Engenheiros e tantos outros profissionais que atingiram o sucesso tendo como base o alicerce que o esporte praticado na Praça de esportes do Setor Pedro Ludovico lhes deu para a vida.
Michael Shumacher disputa seu Grande Prêmio mais difícil


Uma das primeiras pessoas a se aproximarem de Michael Schumacher após o acidente revelou que o impacto foi tão forte que o capacete "estava dividido" em duas partes.


A declaração foi dada por um socorrista ao jornal alemão "Bild".


"Dava para ver uma grande quantidade de sangue", disse ele, que não teve o nome identificado.


O maior campeão da história da Fórmula 1 está internado em hospital de Grenoble, na França, em estado crítico. Ele bateu com a cabeça em uma pedra enquanto esquiava com o filho Mick, 14 anos, e três amigos da família em Méribel, estação nos Alpes Franceses, próximo à fronteira com a Suíça.


Schumacher passou por cirurgia para interromper hemorragia cerebral e está em coma induzido. Em entrevista nesta segunda-feira, os médicos não quiseram fazer qualquer previsão. "Ele está lutando pela vida", afirmou Jean-François Payen, chefe do departamento de anestesia do hospital de Grenoble. "No momento, não podemos dizer qual será o futuro de Michael Schumacher. Estamos esperando e tentando ganhar tempo."


Novo boletim médico deve ser divulgado apenas na manhã de terça-feira.
Leia mais: Folha de S.Paulo - Esporte - Socorrista diz a jornal que acidente dividiu capacete de Schumacher em duas partes - 30/12/2013

Seguidores