Assuntos de Goiás TV

sexta-feira, 13 de abril de 2012

CPI do Cachoeira será instalada na terça @Reinaldo_Cruz @BrasliaDF @Assuntosdegoias @Qb_7 @Dribles_

José Sarney garante que a CPI será instalada na Terça
O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), disse que pretende instalar a CPI mista (com deputados e senadores) para investigar "práticas criminosas" do empresário de jogos ilegais Carlos Agusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, na próxima terça-feira. Até lá, líderes partidários vão recolher as assinaturas necessárias para que o pedido de CPI seja encaminhado à Mesa do Congresso.
"Na terça-feira os líderes vão apresentar o requerimento à Mesa com as devidas assinaturas para a CPI. Minha função é apenas receber, ler, conferir as assinaturas dos membros", afirmou.
Para que o requerimento seja encaminhado, são necessárias assinaturas de 171 deputados e 27 senadores.
Sobre a divisão dos cargos na CPI, Sarney disse que os líderes partidários é que vão definir quem ficará no comando da comissão. "A composição da comissão é exclusiva competência dos líderes."
A CPI terá 15 deputados e 15 senadores titulares e o mesmo número de suplentes. PT e PMDB, maiores bancadas na Câmara e no Senado, se articulam para ficar com a relatoria e a presidência da CPI. Pela tradição do Congresso, as maiores bancadas dividem os principais cargos das comissões de inquérito.
"O que sempre se adotou na Casa foi o tamanho das bancadas para preencher cargos. Vai ser esse mesmo critério adotado", disse o líder do PT no Senado, Walter Pinheiro (BA).
A oposição, porém, reivindica um dos cargos principais da CPI. "Já houve tradição de comissões que tiveram o comando compartilhado entre a maioria e a minoria. Se for uma CPI chapa branca, já começa derrotada", disse o líder do PSDB no Senado, Álvaro Dias (PR).
Os líderes fecharam hoje acordo sobre o texto do requerimento da CPI. Ela vai investigar "práticas criminosas desvendadas pelas Operações Vegas e Monte Carlo, da Polícia Federal, com envolvimento de Carlos Cachoeira e agentes públicos e privados".

Seguidores