Assuntos de Goiás TV

domingo, 5 de abril de 2015

Polícia Federal busca mais liberdade para investigar

Na onda do combate à corrupção e do sucesso da Operação Lava-Jato, delegados da Polícia Federal de todo o país estão mobilizados para tentar aprovar a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 412, que prevê a autonomia administrativa e financeira da corporação, hoje vinculada ao Ministério da Justiça. 

E os federais já puseram seu bloco na rua, iniciando um corpo a corpo com os deputados para aprovar o texto, que tramita na Casa desde 2009, sem despertar interesse até agora. 

Para chamar a atenção, estão marcadas para terça e quarta-feira uma mobilização da categoria em Brasília, uma visita ao Congresso e ainda uma campanha na internet, rádio e televisão. 

Além disso, eles disponibilizaram uma petição pública na internet para colher assinatura dos cidadãos.

Desde que a Polícia Federal deu início à Operação Lava-Jato, para apurar desvio bilionário de recursos da Petrobras, a presidente Dilma Rousseff – que teve sua popularidade atingida em cheio pelo resultado das investigações – vem afirmando que concedeu total liberdade à corporação para apurar a corrupção na estatal. 

No entanto, sob a batuta do ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, responsável pela indicação do diretor-geral da corporação, a PF já enfrentou pelo menos uma saia justa. 

Em fevereiro, Cardozo recebeu em audiência advogados de empreiteiras investigadas na Lava-Jato. O episódio constrangeu os policiais envolvidos diretamente na operação e ainda foi reprovado pelo juiz Sérgio Moro, presidente do processo.
Polícia Federal busca mais liberdade para investigar - Politica - Estado de Minas


Seguidores