Assuntos de Goiás TV

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

Kátia Rabello e Joesley Batista, irmão de Júnior Friboi, são indiciados pela Polícia Federal

A Polícia Federal indiciou o controlador do grupo J&F Participações, Joesley Batista, irmão do pré-candidato Júnior Friboi (PMDB), e a ex-presidente do banco Rural Kátia Rabello, condenada pela Ação Penal 470 (mensalão). Eles foram acusados de fazerem empréstimos entre instituições financeiras em que têm participação. As operações, consideradas ilegais, envolveram valores de R$ 160 milhões.

A J&F é uma empresa de investimento que atua no setor de investimento, atendendo diversas empresas, como a JBS, de Júnior Friboi e o Banco Original. A suposta fraude envolvia uma troca de empréstimos, conhecida como “chumbo cruzado”, usada muitas vezes para simular negócios.

A Polícia Federal aponta nas investigações que dois empréstimos foram feitos em datas muito próximas em empresas dos dois grupos (J&F e banco Rural). De acordo com a apuração, em dezembro de 2011, o banco Rural emprestou R$ 80 milhões ao grupo J&F Participações e à empresa Flora Produtos de Higiene e Limpeza, que também recebe investimento da J&F. No mesmo dia em que o empréstimo foi recebido pelas empresas do grupo J&F em contas no banco Rural, o dinheiro foi transferido às contas no banco Original.
Leia mais: Kátia Rabello e Joesley Batista são indiciados pela Polícia Federal - Jornal Opção

Seguidores