Assuntos de Goiás TV

sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

Ação social do time do Goiás em Natal-RN resulta em promessa não cumprida e demanda na justiça

Rodrigo Mauro AndreRodrigues
Foto: Rádio 730
E ai, tranquilo e calmo?

Olha esta história que chegou até a redação Questão Brasil por meio das redes sociais, mais precisamente via Facebook, em que o garçom Dalmir Brito nos conta que foi ludibriado por integrantes do Goiás Esporte Clube e após uma promessa de doação, teve a sua imagem usada indevidamente, em Agosto do ano passado. 

Vários dos atores que são citados neste episódio não estão mais no clube Goiano ou deixaram de ocupar cargos de direção no alviverde.

Não estamos aqui para defender ou acusar nenhuma das partes, tão pouco temos a intenção de emitir aqui uma opinião pessoal sobre o caso, e muito menos fazer juízo de valores dos envolvidos neste imbróglio, apenas relatar um fato que aconteceu, foi amplamente divulgado pela imprensa de Natal no Rio Grande do Norte, e que acabou rendendo uma briga que só será resolvida pela justiça, já que Dalmir Ramos acionou o Goiás e o zagueiro Rodrigo na justiça por eles terem usado, no entender do seu advogado, indevidamente a sua imagem.

A audiência sobre este assunto esta agendada para 14 de Fevereiro na Comarca de Natal.




Para você que não sabe ou não se lembra do que aconteceu, Dalmir Brito é torcedor do Goiás, mora em Natal e recebeu uma promessa do zagueiro Rodrigo, que hoje é jogador do Vasco da Gama, e do médico do clube, Dr. Mauro Machado, que lhe seria doado um carrinho de cachorro quente. 

Segundo Dalmir e a imprensa de Natal, a suposta doação nunca aconteceu e a embromação começou quando o Goiás esteve em Natal para enfrentar o ABC pela Copa do Brasil de 2013. Dalmir Brito teria se cansado de esperar pela doação e entrou com uma ação contra o zagueiro Rodrigo e também contra o Goiás por danos morais, já que segundo as informações do caso, usaram indevidamente a imagem dele.

Dalmir só não acionou o médico Dr. Mauro Machado, pois ele teria depositado o valor de R$ 400,00 em dinheiro e um cheque no valor de R$ 900,00, totalizando 1.300,00, dinheiro esse que por orientação do seu advogado, Dalmir Brito não fez uso, até que o caso se desenrole. 

O carrinho de cachorro quente custa cerca de três mil reais.

Este espaço esta a disposição do Goiás Esporte Clube para que o clube dê a sua versão dos fatos.

Veja mais sobre o assunto:
http://www.youtube.com/watch?v=r3jgSMZ4LlQ&feature=share

http://blog.tribunadonorte.com.br/marcoslopes/garcom-potiguar-entra-com-acao-na-justica-contra-goias-e-zagueiro-rodrigao/95443

http://blog.tribunadonorte.com.br/marcoslopes/zagueiro-e-medico-do-goias-fizeram-nao-entregaram-doacao-prometida-a-torcedor-de-natal/94780

http://www.portal730.com.br/goias/liderados-por-rodrigo-jogadores-do-goias-realizam-acao-social-em-natal

E leia também: abola.pt

Seguidores