Assuntos de Goiás TV

quarta-feira, 14 de agosto de 2013

Sanguinetti afirma que menino acusado de matar familia em SP é inocente via @Reinaldo_Cruz #QuestãoBrasil

Famoso por atuar em casos de grande repercussão
Sanguinetti acredita que o garoto é vitima e não algoz
O médico legista e professor da Universidade Federal de Alagoas, George Sanguinetti, colocou em xeque hoje a versão da polícia de São Paulo que atribui a Marcelo Pesseghini, de 13 anos, a autoria dos assassinatos de seus pais, da avó e de uma tia-avó. Ao analisar a posição dos corpos em uma reprodução da cena do crime, ele disse que seria impossível o menino ter cometido suicídio e que todo o cenário reflete uma chacina cometida por outra ou outras pessoas.

Sanguinetti disse que a perícia deve recalcular o trajeto feito pelos corpos depois que foram atingidos pelos projéteis. Ele garante que é possível refazer o trabalho mesmo sem os corpos no local, já que há fotos da cena. Para o legista, não há dúvidas de que Marcelo foi vítima.

Sanguinetti ficou famoso depois que provou que o ex-ministro Paulo César Fárias e sua namorada haviam sido assassinados. Ele também causou polêmica recentemente e até escreveu um livro em que defende a tese de que o casal Nardoni não foi responsável pelo assassinato da menina Isabella. Este último caso, inclusive, pode sofrer uma reviravolta, caso uma analisa feita nos EUA seja aceita para refazer o julgamento. O casal Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá foram condenados e já cumprem pena.
Leia mais: Legista afirma que menino acusado de matar pais policiais é inocente - Notícias - Cotidiano - Administradores.com

Seguidores